Belo Horizonte sempre foi conhecida pelo seu clima peculiar, no mesmo momento que temos um belo céu azul e um brilhante sol, somos surpreendidos por chuvas fortes. Com isso é importante manter-se sempre em alerta e tomar cuidado para não ser surpreendidos pelas fortes chuvas.

O bairro Buritis tem alguns pontos onde a atenção tem que redobrada. A avenida Mário Werneck, por exemplo, tem constantes alagamentos e fortes enxurradas. Constantemente vídeos como este do último final de semana (2), circulam pela internet.

Neste mesmo fim de semana, moradores da rua Professor Euclydes Ferreira, foram surpreendidos com a queda de um muro. Willian Alves de Oliveira, engenheiro civil e vizinho ao local, relata o que aconteceu na madrugada de domingo (3).

Veja as imagens do local:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Zonas de perigo no bairro Buritis

A região do bairro Buritis é considerada área de declive, devido à inclinação do terreno, o que garante o rápido escoamento das águas das chuvas. Por esse motivo, as águas das chuvas costumam acumular em alguns locais gerando alagamentos.

Para evitar as complicações e facilitar o escoamento, é importante que as bocas de lobo estejam limpas e que os moradores, comerciantes e demais pessoas que circulam pela região contribuam, jogando o lixo nas lixeiras.

Podemos ver abaixo o mapeamento da região disponibilizado pela ProdabelOs mapas mostram as regiões de declive da regional oeste e áreas com riscos de deslizamentos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os Cuidados

Nos períodos de chuva, a Prefeitura de Belo Horizonte, em parceria com outros órgãos públicos, desenvolve ações especiais de Defesa CivilAlém do contato através do 199, alertas são emitidos pelo Twitter (@defesacivilbh) e a Defesa Civil, ainda lista uma série de recomendações para esses dias chuvosos. 

Aos motoristas:

  • Evitar transitar com o veículo em áreas inundadas ou alagadas, pois você pode ser surpreendido por erosões e correntezas, que tiram a estabilidade do veículo ou fazem com ele pare de funcionar. Aí vem o pânico, em seguida o acidente, podendo ocorrer danos pessoais e materiais;
  • Neste período, as palavras-chaves são: cautela e solidariedade;
  • O melhor é ESPERAR! AGUARDAR EM LOCAL SEGURO.
  • É essencial mudar o comportamento diante de situações adversas. Seja cauteloso e evite o pânico.

Aos pedestres:

  • Evitar travessias em áreas inundadas ou alagadas, pois há riscos de contaminação, de serem arrastadas pela águas e de queda em buracos submersos.

Para mais informações acesse: https://prefeitura.pbh.gov.br/noticias/defesa-civil