Por Arthur Scafutto e Ney Felipe

Belo Horizonte registrou 7440 casos conjuntivite entre janeiro e abril deste ano. O distrito com maior número de surtos (dois casos ou mais registraos), segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) foi a Pampulha (107), seguida pelas regiões Nordeste (72), Norte (32), Leste (29), Oeste (19) e Noroeste (19).

      Dados divulgados pela SMSA

A Secretaria esclarece que a doença não é de notificação compulsória, mas

quando se percebe um aumento na procura pelos serviços de saúde, os profissionais da rede SUS-BH informam a ocorrência de surto da doença, que pode ser caracterizada por dois ou mais casos de conjuntivite relacionados. Os casos de surtos são notificados investigados pela equipe do Centro de Informações Estratégicas (CIEVS) da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA)

Os números impressionam, porque em 2016 foram registrados 26 casos, 6 em 2017 e 7.440 apenas nos três primeiros meses de 2018.

A doença, que muitos já contraíram durante a vida, vem preocupando  belo-horizontinos. Cibele Stroppa, professora do curso de medicina do UniBH, explica  sobre os cuidados necessários a serem tomados por aqueles que contraíram a conjuntivite.

https://www.youtube.com/watch?v=Qusy_S7JpV8&feature=youtu.be