Por Ney Felipe

Você tem dúvidas sobre o que fazer com as pilhas e o óleo usados? Acaba por  derramar o óleo na própria pia e jogar as pilhas no lixo comum? Então saiba que essas ações podem prejudicar, e muito, o meio ambiente. Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras),  cerca de 700 milhões de litros  de óleo  são descartados de forma errada todo ano, representando um grande potencial de contaminação dos recursos hídricos, de impacto sobre o meio ambiente e de gastos na manutenção da rede de esgoto e de água.

Cada litro de óleo descartado incorretamente tem potencial para contaminar 25 mil litros de água, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente. Trata-se de um impacto até difícil de se calcular nos dias de hoje.

Pensando nas dificuldades dos moradores do Buritis e comunidade universitária, professores e coordenadores dos cursos de Engenharia Ambiental do UniBH colocaram em prática dois projetos: o papa pilhas e o ponto de recolhimento de óleo.

O recolhimento de óleo teve início no dia 12 de junho e conta com três locais para que os vizinhos e alunos possam entregar o líquido. Na hora de entregar o óleo é necessário que ele esteja  em garrafas descartáveis bem lacradas.

Os locais de entrega são:

  • Portaria da Av. Professor Mário Werneck n° 1685;
  • Portaria da Rua Líbero Leone n° 259;
  • Próximo aos laboratórios de Química e Biologia (Dentro do Campus do UniBH).

Ponto papa pilha encontrado no Campus Buritis (Foto: André Zorzin)

 

 

Segundo Vitório Delogo, professor do UniBH e Doutor em Ciências em Química Inorgânica, o projeto busca conscientizar toda a comunidade acadêmica e os moradores no entorno do campus. Por isso, há pontos de recolhimento de pilhas e óleos nas várias portarias e principais corredores do Campus.

Ouça: