Por: André Zorzin

 

Começaram a valer, nesta terça-feira (26), as novas regras para o uso de aplicativos de estacionamento rotativo digital em Belo Horizonte. Com o aplicativo no celular, o motorista pode comprar créditos para usar as vagas de estacionamento em toda a cidade, inclusive Buritis.

Desde o dia 6 de junho, as cobranças para estacionamento em áreas restritas e as fiscalizações estavam suspensas, por falta dos talões de faixa azul.

As mudanças nos sistemas de rotativo são observadas com cautela pelos moradores. Alessandra Leitão acha necessário aumentar a fiscalização sobre a atuação dos flanelinhas, para que não precisem pagar em dobro pelo estacionamento.

O presidente da Associação Bairro Buritis, Bráulio Lara, considera que o uso do rotativo não visa apenas a arrecadação. Ele defende o uso simultâneo do talão e do digital, para facilitar a vida dos motoristas.

Já o conselheiro da Associação Bairro Buritis, Paulo Gomide, acha um desserviço a ausência dos cartões de estacionamento.

“O que dificultou muito, foi conseguir o bloco (talão), que a gente procura e às vezes não acha. Mas acho que a suspensão dele, vai ser um desserviço para a coletividade.”

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/463777407″ params=”color=#ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&show_teaser=true&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /]

O proprietário da loja Suplementos Buritis, localizada na Av. Mário Werneck, acha o rotativo positivo para o comércio, mas não para moradores.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/463780149″ params=”color=#ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&show_teaser=true&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /]

Faltam talões no bairro

Embora ainda tenham validade, no Buritis, os talões de faixa azul continuam em falta. As três bancas de revista nas proximidades da região comercial e do Shopping Paragem, além da casa lotérica próxima ao supermercado EPA, estão sem o talão de rotativo. Proprietários das bancas, e funcionária da lotérica disseram que o prazo pedido pela BHTrans é de 10 dias, para fazer a entrega dos talões, mas que ainda não houve resposta do órgão público.

Conheça o Rotativo Digital