Por William Araújo

Em protesto contra a imensa arrecadação tributária, lojistas de todo país se unem no dia primeiro de junho para promover a 11ª edição do “Dia da Liberdade de Impostos”. Nesta data, em Belo Horizonte, empresas do setor terciário, dos mais variados segmentos, colocam à disposição dos clientes serviços e produtos sem o valor dos impostos incidentes. A campanha é propagada, em Belo Horizonte, pela e Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH).

No bairro Buritis, sete empresas se cadastraram e participarão do evento. Serão produtos para enxoval, pets e papelaria, além de medicamentos, lentes importadas e óculos de sol.

Dentre as empresas que aderiram à campanha, no bairro Buritis, estão:

O posto de gasolina mais próximo do bairro Buritis a participar da campanha é o Posto Pica Pau II, na avenida do Contorno, nº. 10325, Barro Preto. O estabelecimento estará oferecendo o combustível pelo valor de R$2,116 o litro, a partir das 9h.

Serão abastecidos apenas os 115 primeiros automóveis e 95 primeiras motocicletas. Cada veículo poderá encher o tanque com até 33,08 litros de gasolina com desconto. É proibido o uso de quaisquer recipientes.

As Drogarias Araújo aderiram com todas as lojas físicas e estarão vendendo todos os medicamentos genéricos com zero de imposto.

Clique aqui e veja a lista com todos os estabelecimentos que participarão do “Dia da Liberdade dos Impostos”.

Impostômetro Belo Horizonte

De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), no “Estudo sobre os Dias Trabalhados para Pagar Impostos“, o brasileiro precisa trabalhar, no mínimo, 153 dias para poder pagar todos os tributos federais, estaduais e municipais. Não por acaso, o dia primeiro de junho (o 154º dia do ano) foi escolhido para celebrar a liberdade de impostos.

O Brasil está entre os países com maior carga tributária do mundo. Entretanto, o grande problema é o retorno da arrecadação, considerado um dos piores no planeta.

Apenas em Belo Horizonte, até a presente data, já foram arrecadados mais de  R$ 1,5 bilhões em impostos. Reunindo os tributos de todo o país, a soma já chegou a mais de R$ 900 bilhões. Quase R$ 92 bilhões a mais do que o ano passado, no mesmo período.

Veja abaixo o quadro, em tempo real, da arrecadação de impostos no município.

Impostômetro de Belo Horizonte

De acordo com Bruno Falci, presidente da CDL-BH, em entrevista cedida à página de notícias da própria câmara, os impostos brasileiros são importantes, mas não podem continuar sendo considerados de primeiro mundo com um retorno em serviços de terceiro mundo.

Leia também

Dia da Liberdade de Impostos, segundo o Infovarejo

Saiba mais

Impostômetro brasileiro

Só em 2017, brasileiros já pagaram mais de R$800 bilhões em impostos