Por Arthur Scafutto e Tariq Augusto

Denúncia realizada no dia 15 de fevereiro nas redes sociais relata um estado crítico em uma das galerias mais antigas do bairro Buritis, localizada na Av. Professor Mário Werneck, 1712. Segundo Heloisa Brandão, proprietária de uma das lojas da galeria, restaurantes vizinhos depositam lixo na entrada do local fora dos dias e horários de coleta seletiva. Além disso, a galeria vivencia uma situação de um possível abalo nas estruturas, devido ao vazamento de esgoto de uma rede compartilhada com outras lojas.

O LIXO

https://youtu.be/keObjHNVJu0

O Jornal Daqui BH procurou os restaurantes Sushi Japa Chan e Pomodori Pizza para esclarecimentos. O gerente do Sushi Japa, Rodrigo Leonel, declarou que entrou em contato com a SLU e solicitou o serviço de coleta especial. “Até a coleta começar, já garanti aos responsáveis da galeria e prédio que não utilizarei a lixeira localizado em frente a eles”, prometeu o comerciante.

Procurado por nossa equipe, o restaurante Pomodori Pizza não quis se manifestar.

A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) informou em nota que:

“A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que equipes de fiscalização da Regional Oeste realizaram vistoria no local reclamado no início desta semana. O proprietário do estabelecimento foi orientado a colocar os resíduos para a coleta sempre às terças, quintas e aos sábados, pela manhã, horários destinados à coleta realizada pela SLU. O local continuará sendo acompanhado e caso o proprietário incorra em nova infração, poderá ser multado. ”

 

O ESGOTO

https://youtu.be/iHFuvbxu3KM

Segundo os comerciantes da galeria, o problema ocorre há cerca de cinco anos devido à má conservação e falta de manutenção em uma das lojas. A loja em questão encontra-se abandonada desde que o problema começou, gerando transtornos como mau cheiro e risco na estrutura do local.

O Jornal Daqui BH entrou em contato com o proprietário da loja abandonada. José Vasconcelos Júnior relatou que o problema está ligado apenas à obra feita com a pizzaria Pomodori. Ainda de acordo com proprietário, há um processo em andamento contra o estabelecimento desde março de 2016 (PJe: 5005887-09.2016.8.13.0024). “Mediante a necessidade de recorrer ao judiciário, vários foram os pontos elencados, por exemplo, os honorários advocatícios. Mas, nenhum dos vizinhos mostrou-se solidário com as despesas”, relatou.

O Sushi Japa Chan respondeu que o problema foi solucionado. “O esgoto era um problema de obstrução dos encanamentos, porém uma empresa de desentupimento já fez a desobstrução da rede, sanando todo e qualquer problema relacionado à galeria e lojas envolvidas”, informou.

O restaurante Pomodori Pizza não quis se manifestar sobre esta segunda denúncia.

DESFECHO

Em decorrência dos acontecimentos, uma reunião foi realizada com os proprietários das lojas no dia 20/02 para a resolução do problema. Estavam presentes todos os comerciantes, incluindo o síndico do prédio. A equipe do Jornal Daqui BH acompanhou a discussão que desencadeou no ofício de uma ata: Clique aqui.

POSSÍVEL SOLUÇÃO

Segundo o engenheiro civil, Fabricio Lajes, o ideal para solucionar o transtorno seria a individualização das redes de esgoto de cada estabelecimento, ao invés de ser compartilhada. Ele afirma que há um entupimento por conta do fluxo de esgoto proveniente de vários estabelecimentos em uma mesma caixa pluvial.