Por Francyne Perácio

De acordo com a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH), neste ano, cerca de 2.200 toneladas de resíduos sólidos foram recolhidas por dia. Dentre elas, aproximadamente, 300 toneladas provenientes de descartes clandestinos e 20 toneladas de materiais recicláveis.

Apesar de existirem 26 mil lixeiras instaladas pela cidade e ações de coleta seletiva em 36 bairros de Belo Horizonte, a produção de rejeitos é grande. No centro da capital, por dia, são varridas 2.500 toneladas de detritos.

O despejo incorreto do lixo, além de poluir a cidade, atrai vetores que podem transmitir doenças. Com o início do período chuvoso, já no próximo mês (outubro), a preocupação aumenta. Os produtos descartados entopem bocas de lobo e, consequentemente, provocam enchentes.

No bairro Buritis, os valores também são elevados. Segundo a SLU da Regional Oeste, cerca de 44 toneladas de material reciclado já foram retiradas pelo serviço de limpeza urbana até agora, neste ano.

Pixabay

Pixabay

Buritis e Região

Em agosto deste ano, a Associação de Moradores do Bairro Buritis (ABB), tornou-se parceira do CREMACS.

“A comunidade ganhará muito com essa parceria e com isso projetos sociais poderiam retornar ao nosso Bairro, por meio de eventos nos parques que ajudam as instituições. O retorno é muito positivo”, relata o diretor de finanças da ABB, Francisco Pimentel.

Neste ano, no carnaval, a CREMACS realizou uma atividade no Buritis. O “Bloco do Improviso” em conjunto com o grupo de artesãos do bairro, “Arte entre Nós”, produziram instrumentos musicais com material reaproveitado.

“Os moradores têm se interessado pela proposta. O que nos falta agora é criar mecanismos para que ela seja inserida nos condomínios e comunidade. A sociedade tem nos cobrado e estamos trabalhando para aprimorar esse projeto, que é de suma importância para o meio ambiente e para a população em geral”, diz Francisco Pimentel.

Ouça no link abaixo a entrevista com um dos idealizadores da CREMACS, Thiago Felipe Souza.

CREMACS

Pixabay

Pixabay

Além da coleta seletiva realizada pela PBH, outras ações visam conscientizar a população quanto ao descarte dos resíduos sólidos. O Comitê de Registo Experimentação Multiplicação de Atividades Artísticas Ambientais Culturais Sociais (CREMACS) é um exemplo disso.

Por meio de atividades e parcerias, realizam trabalhos com a população e condomínios. A principal meta do coletivo é alertar as pessoas quanto a responsabilidade ambiental.

O Projeto idealizado por Luís Henrique Costa e Thiago Felipe de Souza, incentiva a coleta seletiva. O CREMACS proporciona contato do morador ou responsável com os coletores e, após arrecadado o material, são desenvolvidas atividades lúdicas e artísticas com as famílias.

 

GOSTOU DA INFORMAÇÃO? NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR As NOSSAs FANPAGEs E FICAR ATUALIZADO SOBRE AS NOTÍCIAS DO BAIRRO BURITIS.

JORNAL DAQUI BH NO FACEBOOK

WEBRÁDIO COMUNICATIVA