Cartografia colaborativa apresenta, dentre outros assuntos, o crescimento do adensamento urbano no Buritis

Por Stephanie Morgana

A Semana de Ensino e Pesquisa de Extensão (SEPEX), promovida pelo UniBH, realizou, com o auxílio de estudantes dos cursos de Geografia, Engenharia Ambiental e Geologia, um trabalho cartográfico com alunos do nono ano ao ensino médio de escolas públicas de Belo Horizonte.

O estudo foi elaborado com a plataforma do Google Earth, um programa que obtêm imagens de satélite e exibe, por exemplo, mapas bidimensionais, permitindo a identificação de mudanças topográficas, crescimento urbano e análises sobre o trânsito.

A intenção do programa é capacitar os jovens no que diz respeito à criação de mapas, desenvolvimento de trabalhos cartográficos voltados ao bairro do próprio aluno, além de avaliações no trânsito que, em relação ao Buritis, e, em parceria com dados secundários obtidos do IBGE, apontam o alto índice de engarrafamentos nos entroncamentos de grandes avenidas da região.

 

https://www.youtube.com/watch?v=y4pIBJZ9syc&feature=youtu.be